Priii Millions

Now that you know me, you should follow me, or you could get to know me, Ask me anything! ;D. Looking for something?

só um pouco…
junesadnesslove:

La belle Lea <3

But, now baby don’t you know your man’s a fool
I tear myself in two, for the vision of lovin’ you
Baby don’t you know

Leis da Espiritualidade

1: A pessoa que vem é a pessoa certa.

Ninguém entra em nossas vidas por acaso. Todas as pessoas ao nosso redor, interagindo com a gente, têm algo para nos fazer aprender e avançar em cada situação.

2: Aconteceu a única coisa que poderia ter acontecido.

Nada, absolutamente nada do que acontece em nossas vidas poderia ter sido de outra forma. Mesmo o menor detalhe. Não há nenhum “se eu tivesse feito tal coisa…” ou “aconteceu que um outro…”. Não. O que aconteceu foi tudo o que poderia ter acontecido, e foi para aprendermos a lição e seguirmos em frente. Todas e cada uma das situações que acontecem em nossas vidas são perfeitas.

3: Toda vez que você iniciar é o momento certo.

Tudo começa na hora certa, nem antes nem depois. Quando estamos prontos para iniciar algo novo em nossas vidas, é que as coisas acontecem.

4: Quando algo termina, ele termina.

Simplesmente assim. Se algo acabou em nossas vidas é para a nossa evolução. Por isso, é melhor sair, ir em frente e se enriquecer com a experiência. Não é por acaso que estamos lendo este texto agora. Se ele vem à nossa vida hoje, é porque estamos preparados para entender que nenhum floco de neve cai no lugar errado.

Minha filha não era anoréxica e nem viciada em drogas, como sugeriram repetidamente. Brittany e Simon foram ridicularizados pelo The Hollywood Reporter quando reclamaram sobre estarem sendo constantemente vigiados e temerem por suas vidas. Não descansarei até que a verdade sobre esses trágicos eventos seja revelada. Haverá justiça para Brittany. - Angelo Bertolotti

One time I smoked a joint with peyote in it, and I saw a wolf howling at the moon,” Cyrus tells Rolling Stone contributing editor Josh Eells. “Hollywood is a coke town, but weed is so much better. And Molly, too. Those are happy drugs — social drugs. They make you want to be with friends. You’re out in the open. You’re not in a bathroom.”

She adds of using cocaine: “I really don’t like coke. It’s so gross and so dark. It’s like, what are you, from the ’90s? Ew.”